Arquivo da tag: Apresentação

Apresentação: edição 12

 

Ano VI – Edição nº12 – Niterói, Rio de Janeiro, 25 de Abril de 2007.

Em abril de 2007 a Revista Tema Livre (http://www.revistatemalivre.com) completa cinco anos de existência, realizando, ao longo desse período, a sua contribuição, de forma inteiramente gratuita, para a divulgação da história e do historiador. Nesses cinco anos, a revista publicou entrevistas e artigos de historiadores das mais distintas instituições acadêmicas do planeta, bem como apresentou ao seu público diversas matérias relacionadas a locais e eventos relevantes para a história. Além disto, durante esses anos, a Revista Tema Livre foi lida em mais de 80 países nos cinco continentes do globo, alcançando, assim, um alto e crescente número de visitantes, levando-nos, neste ano de 2007, a diversos recordes diários em nossos números de acesso.

Nesta edição, trazemos ao público novos artigos acadêmicos, entrevistas inéditas, exposição virtual de fotografia e, ainda, matérias exclusivas.

Sobre os artigos, temos “A fronteira medieval entre Galicia e Portugal”, de autoria do historiador galego Carlos Barros, professor titular de história medieval da Universidade de Santiago de Compostela, na Espanha. Ressalta-se que este artigo concernente ao periodo medieval na Península Ibérica encontra-se em galego, sendo o primeiro texto publicado pela Revista Tema Livre nesse idioma.

Abandonando a Idade Média ibérica e avançando alguns séculos em direção ao Novo Mundo, temos o artigo “Organização militar, poder local e autoridade nas conquistas: considerações acerca da atuação dos corpos de ordenanças no contexto do Império português” da historiadora e doutoranda pelo PPGHIS da UFRJ Ana Paula Pereira da Costa. Ainda com o corte temporal em épocas da união de Brasil e Portugal temos o artigo “D. João VI, o general Lecor e a criação da Cisplatina” do historiador e mestre em História Social pelo PPGHIS da UFRJ Fábio Ferreira.

Também referentes a relevantes fatos históricos ocorridos no sul do Brasil temos um artigo sobre o Rio Grande do Sul, “As fugas de escravos da província de São Pedro para o além-fronteira”, de Silmei de Sant’Ana Petiz, professor do curso de História do Centro Universitário Unilasalle e doutorando pela Unisinos, e “Tortuosos caminhos da ‘invenção de si’: política, nacionalismo cultural e estrangeiros no Brasil” referente à Santa Catarina do período de Vargas, texto que tem como autores os professores doutores da Unisul Neide Almeida Fiori e Eduardo Búrigo de Carvalho. Ainda analisando questões contemporâneas à Era Vargas, temos “As referências ao comunismo no início dos anos 30 no Diário de Notícias.” do historiador Cristiano Cruz Alves, mestrando em história pela Universidade Federal da Bahia.

Sobre os entrevistados desta edição, temos os historiadores Aníbal Bragança (Universidade Federal Fluminense – UFF), Heloísa Paulo (CEIS-20/Universidade de Coimbra) e Luís Reis Torgal (CEIS-20/Universidade de Coimbra). Ainda referente a Portugal, na seção fotos, continuamos com a exposição virtual “Imagens de Portugal”, que, nesta edição, apresenta Lisboa.

Em função dos 200 anos da chegada da família real portuguesa ao Brasil, advento que será comemorado ao longo do próximo ano, 2008, a Revista Tema Livre inicia, nesta edição de abril de 2007, uma série de matérias que mostram o vestígio dos tempos de D. João VI no Rio de Janeiro atual, sendo que a primeira matéria é dedicada ao Paço Imperial.

Por fim, o evento que a revista apresenta nesta edição é a cobertura do VII Encontro Internacional da ANPHLAC (Associação Nacional de Pesquisadores de História Latino-americana e Caribenha), maior evento de pesquisadores de história da América que já ocorreu até então, e que teve como palco a cidade de Campinas, em São Paulo.

Assim, em abril de 2007, a Revista Tema Livre completa os seus cinco primeiros anos no ar, anos que fazem parte de uma futura longa existência de contribuição à história, à cultura e ao conhecimento cientifico. É, ainda, importante nesta data agradecermos, em primeiro lugar, ao único e verdadeiro Deus e, em seguida, a todos os pesquisadores, que, amigavelmente, concederam entrevistas, enviaram seus artigos, abriram os seus eventos e instituições à Revista Tema Livre e aos nossos leitores. Também é de fundamental importância registrar nestas linhas os nossos sinceros agradecimentos aos nossos visitantes, que, nesses cinco anos, têm lido a Revista Tema Livre nos cinco continentes do globo.

Voltar à Edição nº12

Apresentação: edição 14

Chega ao público a 14ª edição da Revista Tema Livre (www.revistatemalivre.com), a disponibilizar, à sociedade e à comunidade acadêmica, conteúdo de forma gratuita através da rede mundial de computadores.

Os artigos acadêmicos da presente edição contemplam duas áreas do saber: a História e a Língua Portuguesa. O texto da primeira área citada, “Uma análise do discurso dos deputados orientais no Congresso Cisplatino”, de autoria do historiador Fábio Ferreira, trata da ação dos parlamentares “uruguaios” no evento que resultou na união do território que é hoje o Uruguai aos destinos do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves. O artigo relacionado ao idioma de Camões, “Construções proverbiais justapostas: um caso de articulação hipotática”, de Maria de Lourdes Vaz Sppezapria Dias, que objetiva observar a hipotaxe na articulação discursiva, além de comprovar a relação circunstancial independente do conectivo e mostrar a ocorrência da hipotaxe entre cláusulas e entre sintagmas nominais.

Na seção Entrevistas, coincidentemente, dois “Fernandos”. Um, da Universidade de Coimbra. O outro, da PUC do Chile. O coimbrão, é o Prof. Dr. Fernando Catroga, catedrático da instituição lusa. O de Santiago, é o Prof. Dr. Fernando Purcell, que conversou com a Revista Tema Livre sobre a imigração hispânica e irlandesa para a Califórnia, as relações com o Chile e seus vizinhos sul-americanos, bem como o discurso de que o país de Neruda é uma especificidade no contexto latino-americano.

Também a analisar construções de imagens por grupamentos políticos, o pesquisador português tratou, na sua entrevista, sobre a utilização política da História e dos seus personagens ao longo dos séculos XIX e XX, bem como do espaço público por diversos regimes para a difusão dos seus ideais, a usar, mais uma vez, o passado.

Na seção fotos, uma perfeita junção de tempos pretéritos e o presente. Na exposição virtual Imagens de Portugal, na presente edição, Lisboa e Mafra, com sua imponência e relevância histórica estão na edição 14 da Revista Tema Livre.

Apresentação: edição 11

Ano V – Edição nº11 – Niterói, Rio de Janeiro, 25 de Abril de 2006.

A Revista Tema Livre completa quatro anos de existência com seu décimo primeiro número, trazendo ao público artigos acadêmicos, entrevistas, exposição virtual de fotografia e matéria sobre o Real Gabinete Português de Leitura.

No que se refere aos artigos desta edição, eles são os seguintes: “Capítulos para a história luso-platina: a cidade de Buenos Aires como ponto de interseção do comércio entre Potosí e o Atlântico português”, do historiador Fábio Ferreira; “Campos Históricos – as diversas modalidades historiográficas no mundo contemporâneo”, do historiador José D’Assunção Barros; e “A gênese da história do trabalho e dos trabalhadores no Brasil e os paradigmas da ‘transição’ e da ‘substituição’” da historiadora Márcia Regina Oliveira Lupion.

Os entrevistados são os historiadores Carlos Gabriel Guimarães (UFF), que, dentre outros assuntos, questiona o mito em torno de Irineu Evangelista de Sousa, o Barão/Visconde de Mauá e, ainda, discorre sobre a ação dos comerciantes ingleses e portugueses no mundo luso-brasileiro; e Claudia Wasserman (UFRGS) que fala, dentre outras questões, da sua trajetória acadêmica e do programa de pós-graduação em história da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, do qual é coordenadora. Além disto, a historiadora gaúcha aborda a atuação de Francisco Madero, Hipólito Irigoyen e Getúlio Vargas, respectivamente, no México, Argentina e Brasil e, ainda, sobre a guerra civil no Rio Grande do Sul no início da República brasileira.

Na sétima parte da exposição virtual “Imagens de Portugal”, a Revista Tema Livre apresenta o Concelho de Feira, mais especificamente os seguintes pontos de interesse histórico, turístico e cultural: na sede do concelho, o Castelo de Vila da Feira; em Paços de Brandão, as ruínas que constituem a Quinta do Engenho Novo; e na Freguesia de Lamas, o Museu Comendador Henrique Amorim, também conhecido como Museu da Cortiça, o Estádio de Futebol e o Parque da freguesia.

Finalizando, nesta edição, na seção “Tema Livre Especial”, a Revista apresenta o Real Gabinete Português de Leitura, jóia cultural, histórica e arquitetônica localizada no centro da cidade do Rio de Janeiro, e que reflete a expressiva presença lusa na cidade maravilhosa.

Apresentação: edição 10

Ano IV – Edição nº10 – Niterói, Rio de Janeiro, Abril de 2005.

A Revista Tema Livre chega ao seu décimo número comemorando três anos. Neste período, a revista apresentou aos seus leitores ao redor do mundo artigos acadêmicos, entrevistas com historiadores de instituições de diversos países, eventos relacionados à história, bem como diversas localidades portuguesas, através da seção fotos.

Sobre esta seção, nesta edição comemorativa, a revista apresenta, na sexta parte da exposição virtual “Imagens de Portugal”, fotos do Porto, maior cidade do norte do país.

Ainda sobre o país europeu, o artigo “O General Lecor e a Montevidéu portuguesa: 1817 – 1822” versa sobre a presença lusa no espaço platino. O outro artigo deste número intitula-se “O estudo sobre empresários e empresas: conceito, relevância e panorama historiográfico”.

Os entrevistados da edição são os historiadores María Gabriela Quiñónez, da Universidad Nacional del Nordeste, Argentina; Marieta de Morais Ferreira, da UFRJ e do CPDOC; e Rodolfo Aguirre Salvador, da Universidad Nacional Autónoma de México.

O lançamento do livro “Bem traçadas linhas: a história do Brasil em cartas pessoais”, do historiador Renato Lemos, da UFRJ, é o evento desta edição.

Assim, a Revista Tema Livre chega à sua décima edição completando três anos de existência, fazendo a sua contribuição para a difusão do conhecimento histórico.

Apresentação: edição 09

Ano III – Edição nº09 – Niterói, Rio de Janeiro, 23 de Setembro de 2004.

A Revista Tema Livre chega a sua nona edição trazendo, na seção eventos, a cobertura da posse do historiador José Murilo de Carvalho na Academia Brasileira de Letras, fato de grande relevância para a intelectualidade brasileira.

Como entrevistados, a edição conta com três historiadoras: a portuguesa Maria Helena da Cruz Coelho (Universidade de Coimbra), a argentina María Silvia Leoni (Universidad Nacional del Nordeste) e a mexicana Rosalina Ríos Zúñiga (Universidad Nacional Autónoma de México).

Os dois artigos da presente edição da revista trazem a correlação entre história e educação: “Ensino e vivências: As apreensões da história local no cotidiano da sala de aula” e “O General Lecor e a Escola de Lancaster: Método e instalação na Província Cisplatina”.

Na quinta parte da exposição virtual “Imagens de Portugal”, fotos da belíssima Barcelos, com as suas praças floridas e construções datadas do período medievo.

Assim, a Revista Tema Livre chega a mais esta edição contribuindo para a difusão do conhecimento histórico e trazendo historiadores de diversas partes do globo.

Revista Tema Livre.

Apresentação: edição 08

Revista Tema Livre

No ar desde 23 de Abril de 2002.

Ano III – Edição nº08 – Niterói, Rio de Janeiro, 23 de Abril de 2004.

Há dois anos entrava no ar a Revista Tema Livre. Neste período, a revista trouxe entrevistas com historiadores vinculados a diversas instituições de várias partes do mundo; artigos acadêmicos ligados à História e, também, a outras áreas acadêmicas; realizou a cobertura de eventos relacionados ao historiador e a história; além de ter levado os seus leitores a conhecerem virtualmente os sítios históricos e turísticos de Portugal.

E, nesta edição, comemorativa, não podia ser diferente. Como entrevistados, temos o historiador José Murilo de Carvalho, da Universidade do Brasil (UFRJ), eleito recentemente para a Academia Brasileira de Letras; o brasilianista da California State University, James Naylor Green, que discorre sobre a oposição ao regime militar brasileiro de 1964 nos EUA; e o historiador uruguaio, Walter Rela, que, dentre outras questões, conta-nos a respeito de sua trajetória acadêmica, em instituições dos EUA, Espanha e Brasil.

Sobre os artigos, a edição conta com dois: “Breves considerações a respeito da formação universitária e o mercado de trabalho em informática”, que aborda a questão do emprego a partir das mudanças da tecnologia, além da formação do profissional que atua na área da tecnologia da informação; e “A trajetória política de Artigas: da Revolução de Maio à Província Cisplatina”, que trata sobre este personagem, considerado o maior herói uruguaio e que opôs-se a presença luso-brasileira no que é hoje o Uruguai.

O evento desta edição é o lançamento do livro do historiador Renato Lemos (UFRJ), intitulado “Justiça Fardada: o general Peri Bevilaqua no Superior Tribunal Militar (1965-1969)”, realizado no dia 31 de março de 2004, no Salão Nobre do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da universidade onde o pesquisador leciona.

Na seção fotos, novas imagens de Portugal. Observa-se que, grande parte do território deste país é banhado pelo Atlântico, além disto, a relação com o mar está intrínseco ao processo histórico português, pois foi através da via marítima que Portugal fez-se pioneiro dentre os europeus ao chegar a diversas partes do globo. Soma-se, ainda, que a relevância do mar para o país levou dois dos seus grandes poetas, Luís de Camões e Fernando Pessoa, a escreverem belas composições onde este tema está presente. Assim, o mar, o “mar português”, nome de uma das poesias de Pessoa, é o tema da seção fotos desta edição comemorativa de dois anos no ar.

Revista Tema Livre.

Apresentação: edição 07

Revista Tema Livre

No ar desde 23 de Abril de 2002.

Ano II – Edição nº07 – Niterói, Rio de Janeiro, 23 de Dezembro de 2003.

Dentro do seu propósito de divulgar a história e os profissionais que a reconstitui, a Revista Tema Livre chega a seu sétimo número trazendo novos artigos, entrevistas, fotos e a cobertura de mais um evento relacionado ao historiador e ao conhecimento histórico.

A presente edição conta com dois artigos: o primeiro, “Considerações acerca das revoltas mineiras setecentistas”, a abordar as revoltas como estratégia de barganha da elite mineira, sendo tais acontecimentos ocorridos na sociedade de Antigo Regime e, tal sociedade, parte de um todo muito mais amplo, o Império Português. O segundo, “A política externa joanina e a anexação de Caiena: 1809-1817”, que trata da anexação da atual Guiana Francesa ao Brasil pelo príncipe regente português D. João, além do interesse francês, já manifesto desde o século XVI, no território americano pertencente a Portugal.

Porém, nesta edição, não é só o príncipe regente que é lembrado. A sua esposa também. E o é através da cobertura do lançamento do livro “Carlota Joaquina na corte do Brasil”, da profª Drª. Francisca L. Nogueira de Azevedo, que traz uma nova perspectiva de análise da princesa do Brasil, nascida em Espanha, e que também vem a ser rainha de Portugal.

No que se refere a este país europeu, na seção fotos, temos a terceira parte da exposição virtual “Imagens de Portugal”, com enfoque nas ruínas históricas da cidade de Conimbriga, vestígios da presença romana na Península Ibérica.

Falando sobre os vários séculos em que o que é hoje Portugal fez parte do Império Romano, temos como entrevistado o prof. Dr. José D’Encarnação, da Universidade de Coimbra, que esteve na Universidade do Brasil (UFRJ) a proferir diversas palestras no evento “Testemunho epigráfico e o processo de romanização na Lusitânia”, coordenado pela profª Drª Norma Musco Mendes.

Saindo da história antiga para os meios contemporâneos de comunicação, temos a entrevista da historiadora da PUC-MG Carla Ferretti Santiago, que conta-nos a sua experiência na junção do conhecimento histórico e da televisão através da produção de documentários, além da inserção do historiador nos novos meios de comunicação, como a internet, por exemplo.

Assim, com informações da época de Viriato e de Sertório, até a era da internet, passando por D. João e Dona Carlota Joaquina, entra no ar a sétima edição da Revista Eletrônica Tema Livre.

Revista Tema Livre.

Apresentação: edição 06

Revista Tema Livre

No ar desde 23 de Abril de 2002.

Ano II – Edição nº06 – Niterói, Rio de Janeiro, 23 de Agosto de 2003.

No período de 27 de julho a 01 de agosto de 2003 aconteceu em João Pessoa, na Paraíba, o XXII Simpósio Nacional de História e, assim, a Revista Tema Livre realizou a cobertura do evento, disponível nesta edição, a sexta, na seção que leva o nome da revista.

Como entrevistados temos a historiadora Margarida Maria Dias, coordenadora do Simpósio e vice-presidente da ANPUH e, também, o historiador António Manuel Hespanha, da Universidade Nova de Lisboa, que foi um dos conferencistas do evento realizado em João Pessoa.

O artigo desta edição “Breves considerações acerca da Província Cisplatina: 1821-1828” trata brevemente dos primeiros anos do atual Uruguai como província do Império brasileiro, após articulações políticas do general Carlos Frederico Lecor, além da guerra que culminou com a criação do citado país platino há 175 anos e envolveu o Brasil e a Argentina no primeiro conflito externo de ambos como países independentes.

Na segunda parte da exposição virtual “Imagens de Portugal” encontram-se fotos da belíssima Aveiro, que, pelos seus canais, recebe o título de Veneza portuguesa.

Apresentação: edição 05

Revista Tema Livre

No ar desde 23 de Abril de 2002.

Ano II – Edição nº05 – Niterói, Rio de Janeiro, 23 de Abril de 2003.

Há um ano entrava no ar a Revista Tema Livre, a objetivar a difusão cultural e da História através da internet e, assim, disponibilizar o seu conteúdo para todos aqueles que lêem o idioma de Camões.

Nessa edição, comemorativa de 1 ano no ar, na seção artigo, está disponibilizado o texto “As incursões franco-espanholas ao território português: 1801-1810”, que aborda brevemente as questões que fizeram com que o príncipe regente D. João partisse para o Rio de Janeiro e, também, o que estava a ocorrer em Portugal, invadido pelas tropas de Napoleão, enquanto a família real estava na antiga Colônia.

Ainda sobre a família real, a entrevistada desta edição comemorativa é a historiadora da Universidade do Brasil (UFRJ) Francisca Azevedo, que lança em breve, pela Civilização Brasileira, o livro com o título provisório “Carlota Joaquina na Corte do Brasil”.

Na seção fotos, dentro da primeira parte da exposição virtual Imagens de Portugal, é apresentado o Palácio de Queluz, residência oficial da monarquia portuguesa a partir de 1794, com fotos do quarto de Dona Carlota Joaquina, da sala onde o então príncipe regente D. João recebia os embaixadores e realizava a cerimônia do Beija-Mão, além dos maravilhosos jardins do Palácio que é considerado a Versalhes portuguesa.

Assim, a Revista Tema Livre comemora o seu primeiro dos muitos anos no ar.

Fábio Ferreira.

Apresentação: edição 04

Revista Tema Livre
No ar desde 23 de Abril de 2002
Edição nº 04 – Niterói, Rio de Janeiro, 23 de Fevereiro de 2003.

Na primeira edição de 2003, a Revista Tema Livre traz na seção História o artigo “O Projeto de Cidade Republicana: O Rio de Janeiro da Belle Époque”, que trata basicamente das mudanças que a então capital do Brasil estava a sofrer nos primeiros anos da República, mudanças como a criação da Avenida Central (atual Rio Branco) e a remodelação do centro, a objetivar uma semelhança com Paris.

Na seção Tema Livre, a abordar a necessidade entre uma maior integração entre a Administração e a Contabilidade, o artigo “A Controladoria como área de integração entre a Administração e a Contabilidade”.

Nessa edição o entrevistado é o Cônsul Honorário de Portugal em Niterói Lúcio Ferreira de Azevedo, que dentre outras coisas, ele conta a sua experiência como imigrante no Brasil.

Na seção fotos, a segunda parte da exposição virtual “Crepúsculo Niteroiense”, com novas fotos da Cidade Sorriso.

Assim, entra no ar a quarta edição da Revista Eletrônica Tema Livre.

Fábio Ferreira.

Apresentação: edição 03

Revista Tema Livre
No ar desde 23 de Abril de 2002

Edição nº 03 – Niterói, Rio de Janeiro, 22 de Outubro de 2002.

A Revista Tema Livre , mais uma vez, a objetivar a difusão cultural, chega ao seu terceiro número e traz novos textos nas seções História e Tema Livre , uma nova Entrevista, além da inauguração da seção Fotos.

Na seção História, o texto “A Presença Luso-Brasileira na Região do Rio da Prata: 1808-1822.”, aborda brevemente as pretensões luso-brasileiras no Prata à época joanina. O texto apresenta informações referentes ao período colonial, como a fundação da Colônia do Sacramento (no atual Uruguai), em frente a Buenos Aires, pelos portugueses, em 1680; mostra as pretensões de D. Carlota Joaquina, já no século XIX, em criar na região do Prata uma monarquia sob o seu controle, no que ficou chamado de projeto Carlotista; e, ainda, aborda as incursões realizadas por D. João no atual Uruguai e os conflitos com o caudilho Artigas, que culminam na anexação desse país ao Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves e, mais tarde, com a independência do Brasil, torna-se uma província do Império brasileiro.

Na seção Tema Livre, o tema “A Importância da Visão Sistêmica para a Introdução dos Sistemas Informatizados nas Organizações” aborda a importância da informação para a tomada de decisão; mostra a empresa como um sistema aberto e a necessidade da visão sistêmica no desenvolvimento dos sistemas de informação, especialmente os gerenciais e demonstra os cuidados necessários para a implementação, com sucesso, dos sistemas informatizados nas organizações.

Na seção Entrevista, o entrevistado dessa edição é o professor do departamento de História e diretor do departamento de extensão da UERJ e presidente da ANPUH regional, Francisco Carlos Palomanes Martinho. Na entrevista, realizada durante o X Encontro Regional de História, o professor Martinho faz sua analise do evento, fala da regulamentação da profissão de historiador e, ainda, da utilização, por parte da TV e do cinema de personagens e fatos históricos.

Nessa terceira edição, inaugura-se a seção Fotos, com a exposição virtual “Crepúsculo Niteroiense”, com fotos de vários pontos da cidade de Niterói ao entardecer, como, por exemplo, o Museu de Arte Contemporânea, uma das sete maravilhas do mundo moderno, projetado por Oscar Niemayer e símbolo da cidade; e a Ilha da Boa Viagem, sítio de grande beleza e que abriga construções do período colonial.

Assim, a Revista Tema Livre chega ao seu terceiro número, a divulgar cultura e conhecimento para todos aqueles que lêem o idioma de Camões, e acessam o nosso sítio ao redor do mundo.

Fábio Ferreira.

Apresentação: edição 02

Revista Tema Livre
No ar desde 23 de Abril de 2002

Edição nº 02 – Niterói, Rio de Janeiro, 23 de Julho de 2002.

A Revista Tema Livre , em seu segundo número, no ar desde o dia 23 de Julho de 2002, continua com o seu propósito de divulgar e discutir temas relacionados a cultura em geral e, mais especificamente, a enfatizar temáticas relacionadas à História.
A Revista Tema Livre continua a trazer artigos de pessoas que atuam na área acadêmica, e ainda, a abordar temas relacionados à cultura lusófona.
Na seção História, dois artigos, um sobre a Idade Média portuguesa, que aborda os conflitos entre cristãos nortenhos e moçárabes; e um outro, sobre a Revolução de 1930, que levou Getúlio Vargas ao poder.
Na seção Tema Livre, pode-se encontrar o artigo “Cursos de Graduação: Uma Proposta de Avaliação para a Melhoria Contínua”, onde é discutida a polêmica questão do “provão” nas universidades brasileiras.
Nesse segundo número, inaugura-se a seção Entrevista, tendo como entrevistada a atriz Nina de Pádua, que conta com exclusividade a sua experiência no teatro durante o regime militar de 1964; o papel do historiador nas novelas de época; e ainda analisa o atual momento da teledramaturgia brasileira, os “shows da realidade” (reality shows), e o quadro cultural do Brasil.
Neste sítio, ainda pode-se encontrar os textos relativos a primeira edição da Revista, e mais, localiza-los pelo autor ou pelo tema.
Assim, a Revista Tema Livre continua a abrir um novo espaço para a divulgação do conhecimento acadêmico produzido pelas mais importantes instituições ligadas à História, e de outros assuntos ligados à cultura em geral.
Fábio Ferreira.

Próxima atualização: 22 de Outubro de 2002.

Apresentação: edição 01

A Revista Tema Livre nasce do desejo de abrir um espaço para a divulgação e discussão de temas relacionados à cultura em geral mas, mais especificamente, para trabalhar com temáticas vinculadas à História . Então, a revista visa sempre em suas edições contar com artigos produzidos por aqueles que atuam nessa área, como já acontece no primeiro número, disponível neste sítio desde o dia 23 de Abril de 2002.
A Tema Livre pretende através desse sítio disponibilizar para todos aqueles que lêem o português e que estejam em qualquer lugar do mundo a produção acadêmica de reconhecidos professores na seção História, e na seção Tema Livre artigos relacionados a outras temáticas, entretanto, sem perder o enfoque cultural que levou à criação da nossa revista.
A Revista Tema Livre, como já pode ser verificado na primeira edição, objetiva sempre divulgar a cultura lusófona, seja através dos textos que disponibilizamos, seja através da preservação do nosso idioma, sem aderir a estrangeirismos, daí sempre usarmos palavras como sítio e página, ao invés dos seus correspondentes em inglês ou qualquer outro idioma que não seja o português.
Assim, a Revista Tema Livre entra no ar, abrindo um novo espaço para a divulgação do conhecimento acadêmico produzido pelas mais importantes instituições ligadas à História, e de outros assuntos ligados à cultura em geral.
Fábio Ferreira

Próxima atualização: 23 de Julho de 2002

Apresentação: edição 13

Ano VII – Edição nº13 – Niterói, Rio de Janeiro, 25 de Abril de 2008.

Está no ar a décima terceira edição da Revista Tema Livre (http://www.revistatemalivre.com), que disponibiliza, através da rede mundial de computadores e de maneira totalmente gratuita, conteúdo de interesse da comunidade acadêmica, de estudantes e de pessoas que amam a história, a cultura e a arte.

Deste modo, continuando a série de matérias referentes ao bicentenário da transferência de D. João VI para a América, a Revista Tema Livre traz à internet um pouco da magnífica exposição internacional "Um Novo Mundo, Um Novo Império: A Corte Portuguesa no Brasil", permitindo que milhares de pessoas em diversas partes do mundo contemplem parte da beleza da importante mostra, que contou com telas e esculturas de grandes artistas, com majestosos objetos que pertenceram aos Bragança, além, evidentemente, de muita informação histórica.

A edição apresenta outra matéria, que é a cobertura internacional de evento que ocorreu em Montevidéu: O 1º Congresso Latino-Americano de História Econômica (CLADHE I)/4as Jornadas Uruguaias de História Econômica, que congregou pesquisadores de diversos países da América Latina e da Europa, bem como dos EUA.

Ainda sobre o Uruguai, a história deste país está em dois artigos, ambos trabalhando a sua interligação com o mundo luso-brasileiro do século XIX: "As revoluções de Maio e Liberal do Porto no Estado Cisplatino Oriental", do historiador Fábio Ferreira, doutorando em História pela UFF, e "Secuestros y tráfico de esclavos en la frontera uruguaya: Estudio de casos posteriores a 1850", do historiador uruguaio Eduardo Palermo, mestre em História pela UPF e diretor do Centro de Documentación Histórica del Río de la Plata.

A edição também conta com outros dois interessantes artigos: "Indisciplinados ou disciplinados? As discussões sobre os partidos políticos na câmara dos deputados" de Riberti de Almeida Felisbino, doutor em Ciências Sociais pela UFSCar, e "Projeto de pesquisa – suas funções e partes constitutivas" de José D'Assunção Barros, doutor em História pela UFF e professor visitante da UFJF e titular da USS.

Na seção fotos, novas imagens de Portugal, com a segunda parte da exposição virtual dedicada a Lisboa. Aqui, o público irá descobrir ou redescobrir (no caso daqueles que já tiveram o prazer de conhecer Lisboa) as maravilhas da capital portuguesa e obter conhecimentos históricos da cidade e de seus importantes pontos turísticos.

No que refere-se às entrevistas, a Revista Tema Livre apresenta três historiadores que atuam em distintas instituições latino-americanas, bem como investigam temas referentes a esta porção da América, inclusive com suas conexões com o Brasil: A uruguaia Ana Frega, da Universidad de la República (UDELAR); o brasileiro João Paulo Pimenta, da Universidade de São Paulo (USP); e o francês radicado no Chile, Patrick Puigmal, da Universidad de Los Lagos.

Assim sendo, chega aos quatro cantos do globo a mais nova edição da Revista Tema Livre, que permite que nossos leitores degustem de preciosas histórias concernentes ao mundo ibero-americano, sendo, ainda, este mais um número que proporciona a difusão e a democratização de conteúdo de qualidade através da web.